SEO para ecommerce: como destacar seus produtos no Google

Não parece mágica que você possa destacar e divulgar seu ecommerce sem precisar de tráfego pago

Ou seja, sem precisar colocar um centavo em mídia? 

Isso é tranquilamente possível com as estratégias de SEO

Isso porque essas estratégias têm o poder de atrair tráfego qualificado para a sua loja virtual, uma vez que os usuários estão buscando no Google pelo seu conteúdo. 

Assim, o SEO pode ter um impacto muito grande nas vendas de um ecommerce.

Pensando nisso, preparamos um manual completo de SEO para ecommerce para você não deixar essa chance passar. 

Vamos lá?  

Neste artigo você irá encontrar: 

O que é SEO? 

Mas, afinal, o que é SEO?  

SEO significa Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de pesquisa, em português. 

Mas… O que é exatamente essa otimização? 

Basicamente, o Google busca oferecer os melhores resultados para os que as pessoas buscam. 

Logo, o algoritmo sempre visa valorizar os sites que oferecem a melhor experiência para o usuário.

Isto é, oferecer para ele conteúdos de qualidade, um layout agradável, uma boa navegação, entre outras coisas… 

Trabalhar esses itens enviará sinais ao Google de que você está oferecendo uma ótima experiência para as pessoas e que seu site é uma referência para o seu público.

Logo, ele deve ser mostrado nas primeiras páginas de pesquisa. 

E qual a parte boa nisso? 

A parte boa de estar entre os primeiros resultados de busca é receber cliques em seu site. 

Ou seja, já é sabido que, quando as pessoas buscam em qualquer navegador, principalmente o Google, eles não passam dos primeiros resultados de busca

Isto é, estar bem posicionado no Google é levar tráfego qualificado para sua loja, sem nenhum investimento. 

Assim, você também consegue conquistar a confiança do seu futuro cliente, uma vez que você está entre as primeiras soluções dele. 

Percebeu o poder do SEO para ecommerce ? Agora basta ficar de olho nas dicas que selecionamos para você! 

Veja também: 5 fontes de tráfego para seu e-commerce

SEO para ecommerce: 10 dicas infalíveis  

Vamos listar as dicas mais básicas até as mais avançadas que seu site não pode deixar de ter. Confira e anote cada uma delas: 

1.Palavras-chave 

A pesquisa de palavras-chave é a parte mais importante do SEO. 

Isso porque usar as palavras-chave corretas torna o seu conteúdo encontrável para quem faz uma busca no Google. 

E onde você pode ter ideias de palavras-chave? 

Um dos sites mais famosos para isso é o Google Trends.

Vale ressaltar que você pode fazer uso de dois tipos de palavras-chave que vão desde as Head Tail (como calça legging) até as Long Tail (como calça legging azul marinho frete grátis)

É muito comum que  as Head Tail atraiam mais tráfego, mas geram menos conversões.

Já as Long Tail atraem menos visitas, mas têm mais chances de converter em vendas, porque o usuário já está mais perto da decisão. 

Mas, vale lembrar que sua estratégia deve contemplar os dois tipos.

2.Título da página 

Depois que você já sabe qual palavra-chave usar, é preciso colocá-la nas suas páginas de forma inteligente.

Para que assim, o Google compreenda o seu assunto principal. 

Mas…. Como fazer isso? 

Colocando sua palavra-chave no título do conteúdo. 

Por exemplo, se a sua página vende calça legging, essa palavra-chave deve estar contida no título acompanhada da marca, cor, e mais alguns outros destaques. 

Obs: Lembre-se de não passar dos 63 caracteres, que é apenas o que o Google exibe.

3. Heading Tags 

As heading tags (h1, h2, h2, etc…) são os códigos que identificam a hierarquia dos títulos na página. 

Comumente, o primeiro título (h1) possui o mesmo texto do título ou, pelo menos, a mesma palavra-chave. 

Já os outros títulos podem destacar palavras-chaves relacionadas.

4. Meta description 

A meta description é o texto que acompanha o título da página nos resultados de busca do Google. 

Vale a pena utilizar esse conteúdo como um pequeno anúncio da página, que deve motivar o clique do usuário.

Mais uma vez, você ganhará pontos se usar a palavra-chave, pois ela aparece em negrito nos resultados.

Obs: Vale lembrar que esse texto deve ter no máximo 160 caracteres, que é o que o Google mostra.

5. Imagens 

A busca por imagens no Google também pode gerar um tráfego interessante para seu ecommerce. 

Para aproveitar o potencial das imagens em SEO, é preciso usar as tags corretamente.

A tag <alt> indica o texto alternativo que aparece caso a imagem não seja exibida, e a tag <src> refere-se ao nome original do arquivo (nome-do-arquivo.jpg).

É essencial que essas tags contenham a palavra-chave que você está usando em seu conteúdo. 

6. URLs

 A URL é um importante fator de ranqueamento para o Google, já que ela quem fala qual o assunto principal daquela página. 

Então, prefira uma estrutura de URL simples e compreensível, que descreva o que está sendo vendido e a categoria que está inserida. Utilizando sempre a palavra-chave. 

Por exemplo, no caso da calça legging, sua URL pode ficar dessa forma:

  • site.com.br/calças/calça-legging-azul-marinho

Percebe que eu inseri a categoria (calça) e a palavra-chave (calça legging)

7. Descrição dos produtos

Você já colocou a palavra-chave no título, nas heading tags, na meta description, nas imagens e na URL. Agora só falta usá-la no conteúdo da página.  

Usar a palavra-chave na descrição do produto aumenta a chance de você ser encontrado pelo Google. 

Como já falamos várias vezes, a descrição do produto deve ser uma descrição clara, que tire as dúvidas dos seus clientes e que engaje esse usuário. 

8. Links internos 

Os famosos hiperlinks são essenciais para o Google entender a relevância do seu site. 

Já que uma página importante transfere sua autoridade para páginas menos acessadas dentro do site, e o Google entende que ela também é relevante.

Por isso, a necessidade de sempre adicionar links internos dentro das suas páginas. 

9. Layout completo 

Descrições, imagens, detalhes técnicos, sugestões de uso, guias de compra, demonstrações, vídeos, avaliações, comparativos, perguntas e respostas, entre outros.

Você pode abusar dos diferentes formatos de conteúdo no seu layout. 

Quanto mais informação para o usuário, mais tempo ele ficará na página e mais propício para a compra ele estará, uma vez que ele tem uma página completa. 

10. Velocidade de carregamento da página. 

O Google, há um tempo atrás, já tinha comunicado que a velocidade de carregamento da página melhoraria a experiência do usuário. 

E como falamos, tudo que melhora a experiência do usuário tem a ver com SEO. 

Por isso, a necessidade de fazer testes na velocidade de carregamento da sua página. 

Uma dica ótima para isso é acessar o  PageSpeed Insights, fornecido pelo próprio Google, que dá várias sugestões de melhorias. 

Erros de SEO para ecommerce que você não pode cometer

Alguns erros podem arruinar o SEO do seu ecommerce e te fazem perder o primeiro lugar nas buscas do Google. 

São eles: 

  • Conteúdo duplicado: o conteúdo duplicado dificulta a compreensão do Google de qual é a página original e qual é a mais importante. Nesse sentido, é necessário evitar descrições copiadas dos fabricantes e, para além disso, evitar diferentes URLs que levam a mesma página. 
  • Links quebrados: Não dá para o cliente entrar na sua página e encontrar o erro 404 page not found. Por isso, a necessidade de usar o Redirecionamento 301 da URL inexistente para uma URL nova.

 

Agora que você já sabe como destacar seus produtos utilizando o SEO para ecommerce. É hora de colocar em prática todas as dicas que selecionamos para você! 

 

Leave feedback about this

  • Leitura
  • Ponto de vista
  • Layout do site