Como vender e crescer junto do e-commerce do Carrefour

Na terça-feira(9), o e-commerce do Carrefour recebeu uma notícia de expansão gigantesca.

A empresa francesa anunciou um investimento de 3,5 bilhões de dólares para expandir seus serviços de vendas virtuais.

A meta do marketplace é triplicar o valor dos produtos vendidos online pelos próximos cinco anos, um planejamento bem ambicioso. Isso deve representar um lucro de 695 bilhões de dólares dentro dessa data.

O que isso representa para o lojista? Como aproveitar essa onda de aplicações financeiras dentro do e-commerce do Carrefour? É exatamente isso que iremos abordar.

Qual o objetivo desse investimento?

Além desse lucro operacional de quase 700 bilhões até 2026, é previsto que a empresa espera uma expansão de 11 bilhões de dólares em valor bruto. Esse dinheiro é voltado somente para as vendas online.

Para cumprir esse objetivo, o marketplace tem investido pesado em campanhas de marketing e expandido operações de serviços financeiros.

Além disso, tem focado cada vez mais nas vendas pela internet.

Com esse planejamento, o Carrefour pretende aumentar seu investimento nos serviços digitais em 50% em relação ao ano anterior.

Segundo Alexandre Bompard, presidente e CEO do Carrefour, o objetivo é centralizar o varejo digital da empresa.

Isto é, ao invés de ser uma varejista com tópicos envolvendo o e-commerce, a meta é ser visto como um e-commerce completo.

O presidente da empresa vê o digital como diferencial na hora de fazer crescer. É um objetivo antigo para o marketplace.

Desde 2018, o Carrefour gastou 2 bilhões de dólares em seu e-commerce. Comprou a Cajoo, em parceria com o Google, uma empresa francesa de entregas em até 15 minutos.

Além disso, firmou parceria com a Uber Technologies, outro serviço de entrega rápida.

A compra de serviços de venda rápida tem sido frequente nos marketplaces. A Magalu realizou diversas ações de expansões nos últimos meses voltadas para essa área.

A Nuvemshop também comprou a Mandaê, uma startup de logística com foco expansivo..

Os benefícios de vender no e-commerce do Carrefour

A expansão do Carrefour é excelente para os lojistas brasileiros. Recentemente, a companhia adquiriu o Grupo Big Brasil, uma das maiores varejistas de alimentos no país.

O objetivo era expandir sua área de atuação nas regiões nordeste e sul.

Além disso, como parte da expansão dentro do país, a empresa lançou um chip de celular próprio.

Toda essa expansão indica um ótimo momento para entrar na plataforma, visto que esse investimento está só começando.

Ou seja, que começar agora fará parte de uma nova leva do e-commerce do Carrefour.

Isso também representa um ótimo momento para o e-commerce no geral. Segundo o relatório da 2021 Holiday Shopping, até o final de 2021, o e-commerce deve atingir a marca de 910 bilhões de dólares.

É um aumento de 11% em relação ao ano anterior.

Quem quer fazer parte dessa leva precisa estar por dentro dos melhores marketplaces. É preciso vender onde os melhores serviços são ofertados.

Aqui, mostramos como começar na Shopee. Já trabalhamos também como começar no Mercado Livre.

Recentemente, elaboramos como vender no AliExpress.

Agora, parece ser o momento de se trabalhar com o Carrefour. É bom não perder mais tempo escolhendo um marketplace. Basta começar.

Leave feedback about this

  • Leitura
  • Ponto de vista
  • Layout do site