Renda extra no carnaval: estratégias para empreender na folia

Renda extra no carnaval

O carnaval no estado do Rio de Janeiro não é apenas uma festa popular, mas também uma grande oportunidade de renda.

Conforme revelado por uma pesquisa divulgada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio de Janeiro (Sebrae Rio).

Assim, no ano de 2023, o estado registrou um aumento de 6% no número de empresas ativas ligadas ao carnaval, totalizando impressionantes 223,2 mil empreendimentos.

A coordenadora de Economia Criativa da entidade, Carolyne Gomes, destaca que esse crescimento está relacionado à retomada dos festejos após o período pandêmico da COVID-19.

Perfil Empresarial no Carnaval do Rio de Janeiro

Das empresas ativas, 98% são consideradas pequenos negócios, englobando microempreendedores individuais (MEI) com 75%, microempresas (ME) com 19%, e empresas de pequeno porte (EPP) com 3%.

Os restantes 2% abrangem médias e grandes empresas.

Além disso, a pesquisa também revelou que 41% dessas empresas estão em estágio inicial, demonstrando um empreendedorismo dinâmico e orientado para aproveitar as oportunidades sazonais do carnaval.

Tendências e Reflexos na Economia

Carolyne Gomes destaca que a economia do carnaval vai além das festividades, movimentando diversos setores, como turismo, comércio, serviços, transporte, alimentação, moda e economia criativa.

Nesse sentido, o aumento na disposição dos consumidores em gastar, aliado à retomada dos festejos, reflete diretamente no surgimento de novas empresas para atender a essa demanda crescente.

Perspectivas para 2024

Ao analisar as perspectivas para o carnaval de 2024, Carolyne observa uma nova conscientização por parte dos consumidores.

Eles demonstram uma disposição ainda maior para realizar investimentos significativos, seja para participar de eventos locais, como blocos e escolas de samba, ou para viagens durante o feriado.

Essa mudança de comportamento se reflete na diversificação das atividades e no aumento de empresas externas para o carnaval.

Dicas do Sebrae para Empreendedores e fazer uma renda extra no Carnaval 

Com o objetivo de orientar os empreendedores que buscam aproveitar as oportunidades do carnaval, o Sebrae Rio destacou alguns diferenciais para se destacar no mercado.

Nesse sentido, Carolyne Gomes ressalta a importância da criatividade, compreensão do público-alvo, bom planejamento, organização financeira, atendimento de qualidade, presença no marketing digital e a busca por elementos que diferenciam o negócio da concorrência.

Empreendendo para a Renda Extra no Carnaval

Em paralelo às análises do Sebrae Rio, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o carnaval de 2024 deva movimentar R$ 9 bilhões no Brasil, gerando uma expectativa de 70 mil trabalhadores temporários.

Diante disso, os empreendedores podem explorar diversas oportunidades para garantir uma renda extra durante o período festivo.

Por isso, separamos algumas ideias para você conseguir gerar aquela renda extra no Carnaval. Dá só uma olhada:

  1. Customização de Roupas e Abadás

A customização de roupas e abadás surgem como uma ideia atraente para quem possui habilidades manuais.

Segundo o estilista Bruno Castilho Ribeiro, peças com trabalhos manuais feitos em casa podem seguir as tendências do Carnaval, com opções de personalização que envolvem brilho e cores vibrantes.

A consultora de negócios do Sebrae-SP, Tais Camargo, destaca a oportunidade de explorar o comércio online e aproveitar a proximidade com publicações conhecidas para vendas.

  1. Venda de Acessórios

A comercialização de acessórios, desde colares e brincos até body chains, apresenta uma demanda constante durante o carnaval.

Tais Camargo sugere a produção de acessórios com miçangas, destacando que o investimento é baixo.

Além disso, ela enfatiza a importância da comunicação e do uso das redes sociais para divulgar os produtos de forma atrativa e envolvente.

  1. Bebidas

A venda de bebidas durante o carnaval é uma atividade tradicional, mas a consultora Tais Camargo ressalta que o diferencial pode estar na proximidade com o consumidor, oferecendo bebidas geladas a preços competitivos e facilitando as formas de pagamento.

Contudo, é crucial respeitar as regulamentações municipais e obter as licenças permitidas para a venda, seja como ambulante ou em estabelecimentos.

  1. Alimentos

A oferta de alimentos gostosos e práticos também é uma alternativa para garantir renda extra no carnaval.

Tais Camargo destaca a importância do estoque e da agilidade para atender a uma demanda crescente.

No entanto, é vital seguir todas as normas de higiene e vigilância sanitária para garantir a segurança do empreendimento e dos consumidores.

Dicas para escolher a melhor oportunidade e fazer sua renda extra no carnaval

Ao escolher essas e outras ideias para empreender no carnaval, Tais Camargo sugere considerar cinco pontos principais:

  • Avaliar o tamanho do público-alvo e identificar oportunidades reais.
  • Analisar os concorrentes no mercado escolhido.
  • Opte por produtos que não exijam experiência avançada para venda.
  • Escolha fornecedores de fácil acesso.
  • Garantir facilidade de pagamento aos consumidores.

Tais Camargo enfatiza que, durante eventos de grande demanda, é uma excelente oportunidade para testar o negócio e transformá-lo em uma fonte de renda constante ao longo do ano.

Leave feedback about this

  • Leitura
  • Ponto de vista
  • Layout do site